1/1

CHAMELEON the 8th at THE CARLYLE  Manhattan, New York, USA - 2013 -

CHAMELEON the 8th at THE CARLYLE

O projeto de reforma deste apartamento, situado no 8º andar do belíssimo edifício Carlyle, em Nova Iorque, buscou criar áreas adequadas para a vida pessoal e a profissional de seu único morador, como a sala de reuniões ou jantar, m ambiente elegante e descontraído. O projeto de interiores, a pedido do cliente, acomoda coleção de arte contemporânea e de móveis franceses do século 20.

Um dos desafios foi lidar com dois pilares descobertos e indesejados após a reestruturação do espaço. A solução foi envolvê-los com uma instalação escultural em arame dourado, semelhante a uma biblioteca amorfa, adversidade esta que teve como resultado um belíssimo objeto.

Para a sala de reuniões ou jantar, projetamos uma mesa triangular, em lugar da tradicional mesa hierárquica, estabelecendo um plano mais aberto e fluido, o que atende à proposta de múltiplo uso.

Embora o espaço não tenha sido tratado como um loft, a sala, eliminados seus limites, integra-se ao terraço, criando um casual recanto de estar. Essa integração recorda a típica estética dos anos 80, de separar os espaços por meio de  um desnível de piso. O resultado final foi a conquista de generoso acesso à incrível vista da cidade, que agora faz parte de seu interior.

 

This one-man flat at the Carlyle building in NYC, was designed to offer a space able to accept both personal life and the occasional business meeting in a laid-back and elegant atmosphere.

The interior design project starts by accommodating the client’s contemporary art and mid 20s French furniture collection. 

We had to deal with two undesirable columns left over from the new partitioning of the space. The solution to this challenge was to sculpturally involve the columns using a golden metallic wire that could also be used as shelves. A triangular table proposed dynamic and hierarchy free meetings, resulting in an open and fluid plan.

Avoid treating the space as a loft, the living area became spatially and visually integrated with the existing covered terrace. This integration looks back to a standard way of separating areas in the 80’s by creating a slight change in floor height, which we took full advantage of in order to achieve this spatial integration. 

By removing several wall partitions a unified and ample space was created allowing for multiple city viewpoints throughout the flat.

 

 

The Carlyle Building